Por que você não deve trabalhar sozinho no exterior

Por que você não deve trabalhar sozinho no exterior?

Não se trata de querer tapar o sol com a peneira, mas você já parou para observar no quanto alguns veículos de comunicação estão se tornando cada vez mais especializados em falar de crise, instabilidade, dificuldade, recessão, desemprego e uma série de substantivos e adjetivos pessimistas?

Como eles são tidos como os “donos da verdade” por boa parte da população, ocorre que esta acaba internalizando, compartilhando e contaminando os demais com as suas “boas novas”, com assuntos cada vez mais desanimadores e pessimistas, até chegar um dia em que os editoriais resolvam dizer que a coisa está melhorando e aí sim, a influência da tal “verdade” vai começar a trazer de volta o sentimento de prosperidade, otimismo, confiança, empreendedorismo, emprego, renda e as palavras que tão bem soam nos ouvidos de quem vive em modelo saudável de economia.

Clique aqui e leia “A crise é com eles, não com você”.

Enquanto isso não acontece, as pessoas influenciadas pelos noticiários (nem sempre imparciais) “vão pra rua” reclamar do Governo e da falta de oportunidade; outras mudam de cidade e tem aquelas que preferem tentar a vida em outro país. Bom, quem sou eu pra questionar, né? Mas, a não ser se você já tenha uma boa experiência e realmente tenha condições (psicológicas e financeiras) de se manter, creio que algumas coisas merecem ser levadas em consideração, antes de encarar uma jornada em outro país.

Clique aqui e saiba como começar um negócio sem dinheiro.

Porque você não sabe falar o idioma local

Como você vai se comunicar com as pessoas, somente através de gestos? Saiba que é muito mais negócio ficar por aqui mesmo e fazer com que as pessoas saibam do seu real potencial profissional, do que se submeter aos diversos constrangimentos que imigrantes sofrem por sequer saberem a língua nativa do tal país. Pois é, muitos países têm muito preconceito, principalmente com latinos (e agora, até mesmo pessoas de certas religiões).

Clique aqui e saiba o que nunca vão lhe dizer sobre o mercado de trabalho.

Porque você vai depender da ajuda de terceiros

Defendo a ideia de que isso não é bom em nenhum lugar, independente de onde esteja! Já pensou ficar alheio à “boa vontade” das pessoas? Vai chegar uma hora em que você não vai aguentar a pressão disso e vai acabar topando “qualquer coisa” para poder garantir o próprio sustento (eu hein). Eu não vou especificar que tipo de coisa seria, mas lembre-se de que quem se sujeita a “qualquer coisa”, acaba colhendo justamente isso: qualquer coisa, afinal, certas coisas só acontecem no mundo das novelas e de Hollywood. O resto, é a dura realidade!

Clique aqui e saiba se é melhor ser patrão ou empregado!

Porque você não precisa estar lá para “estar lá”

Penso que essa é a maior sacada! Caso você saiba falar o idioma e tenha um bom dinheiro reservado para a sua “aventura”, sai muito mais barato você montar um e-commerce para vender produtos físicos ou infoprodutos (e-Books, podcasts, webnários, treinamentos digitais, etc.) e se comunicar diretamente com esses países através dos mecanismos de buscas e das redes sociais do que ficar ilhado e limitado em apenas uma zona geográfica. Sim, com a internet é completamente possível você vender qualquer coisa para qualquer parte do mundo, até mesmo a partir do seu próprio quarto e não ficar dependendo das decisões políticas do nosso país (é o que eu faço, mas não conte isso pra ninguém)! Aliás, esse tempo já tá é ficando pra trás!

Clique aqui e descubra qual o melhor produto para você vender, lucrar e enriquecer”.

Pode ser que você esteja empolgado com a ideia de conhecer outro país, outra cultura, adquirir experiências de vida e pode ser quer você esteja enxergando oportunidades onde ninguém vê, mas faça uma introspecção e veja se esse tal trabalho que você pretende fazer (e vender) por lá realmente vai extrair e potencializar o que você tem de melhor: o seu dom, o seu talento e as suas habilidades. Se sim, boa sorte! Se não, fique por aqui, estude, qualifique-se e aprenda a empreender com base nesse fantástico mundo do universo virtual.

Clique aqui e saiba como ganhar dinheiro com seu blog!

Ah, ED. Eu quero ir assim mesmo!

Tudo bem! No curso do Carlos de Paula ele mostra o que você pode fazer para viajar pagando menos… muito menos do que a forma tradicional que você provavelmente adota. Clique aqui e saiba como viajar mais gastando pouco!

Abra a mente e faça, que acontece!

Saiba muito mais no curso Enfim, Desempregado


As dicas mais acessadas