Como ganhar dinheiro, mesmo sem um centavo para começar

Penso que a ideia de trabalho, como sendo uma coisa chata, estressante e penosa, começa infelizmente pelo lugar que deveria até então ser o ponto de encontro favorito de toda e qualquer pessoa que começa a se preparar para encarar os desafios da vida: a escola. É lá que você aprende conceitos gerais sobre o porquê das coisas, muito embora num prazo mais estendido, você acabe jogando boa parte daquilo que assimilou (ou decorou) em sala de aula. É lamentável perceber que uma instituição que tem o papel de nos ajudar a ter a consciência das coisas e entender melhor o nosso mundo seja um local onde vamos ser torturados durante uma parte do dia e, ao chegar em casa a coisa não para: aprendemos o conceito de obrigação através do “dever” de casa, sob pena de não passarmos de ano e sermos castigados por nossos pais.

Desse modo, quando estamos na vida adulta, já estamos “treinados” a obedecer as regras de ter que estudar, tirar boas notas para ter um emprego fixo com carteira assinada numa empresa e blá blá blá. Fazemos tudo de modo automático, apesar de sabermos que no fundo existe algo errado, mas não sabemos explicar…então seguimos repetindo o que há anos nos foi repassado e assim tendemos a fazer com nossos filhos e com as futuras gerações.

Se você já aprendeu que precisa estudar para trabalhar para que possa ter dinheiro, eu não me canso de falar que você não precisa necessariamente de um emprego para isso. E é isso que infelizmente a escola não ensina. E digo mais, você pode sim, começar a partir de agora, a ganhar dinheiro, mesmo que você não tenha um centavo ou mesmo que não tenha a ideia de onde começar. A dica é: comece com seus melhores amigos!

No vídeo Como Prever Seu Destino, Mesmo Pagar uma Vidente para Isso eu falo que você é a média das 5 pessoas com quem mais anda. Sendo assim, observe os hábitos de consumo deles e contate imediatamente os locais onde eles mais gastam dinheiro. A partir daí, ofereça-se ao dono do local para indicar os amigos dos seus amigos a gastarem lá também. Em troca, peça uma comissão sobre seus resultados: o dono do estabelecimento não tem nada a perder (e nem você). Estude o hábito daqueles que mais gastam e comece a montar a sua rede de empresas que você sabe que pode atender os problemas deles para que, sempre que alguém tiver a necessidade de algo, você já tem a solução para resolver.

Bom, isso não é trabalhoso, é? Você vai apenas indicar pessoas a comprarem de alguém em determinado local. Peça ao empresário (que a essa altura já vai ser um parceiro seu) que ele bole uma espécie de canhoto para que tanto você quanto ele possam ter o controle de quem comprou e quanto gastou, para que a sua comissão seja assegurada. É simples assim.

O mesmo se aplica a produtos digitais. Você pode se afiliar a produtores de eBooks, cursos, congressos, aplicativos, serviços e diversos produtos no mundo digital através de um link de afiliação. Se ao divulgar o seu link você efetuar a venda, automaticamente um cookie de rastreamento indicará que a venda foi feita através do seu link e assim que for compensada, a sua comissão será creditada em sua conta bancária.

anuncio curso gratuito aA grosso modo, todo o trabalho é feito por quem tem o produto, serviço ou ideia. Você terá apenas a missão de indicar aos seus amigos. Agora claro, o seu resultado é proporcional ao número de pessoas que você ajudar através da sua sugestão e acredite, existem pessoas que hoje vivem exclusivamente disso. Essa prática é muito comum entre profissionais liberais que recebem comissionamento por indicação e nada impede que você faça o mesmo. Você precisa ter apenas a boa índole de sugerir produtos e serviços que de fato agreguem valor aos seus amigos. Em outras palavras, você pode vender tudo, mesmo que não tenha nada.
Faça, que acontece!

Confira mais:

Os 5 Posts Mais Acessados