Como ganhar dinheiro em tempos de crise

Já dizia o jargão jornalístico: notícia boa é notícia ruim e, por favor, me mande um e-mail se eu estiver errado, mas se você parou para ler este artigo, é quase certo que o que mais chamou a sua atenção foi a palavra “crise”, ou seja, um termo negativo que está associado a algo ruim, ou nesse caso, notícia ruim e que ameaça a sua sobrevivência ou zona de conforto. Vamos direto ao ponto, já que é muito comum as pessoas me perguntarem  “estou desempregado, e agora?  ao mesmo tempo que eu respondo “fala, sério! Você só não ganha dinheiro se não quiser! Não que as coisas sejam extremamente fáceis e “puft: aconteceu”, mas quanto mais tempo você fizer questão de deixar a sua mente contaminada pela doença do 6º mês, mais difícil, penoso e estressante há de ser o seu processo de libertação. Vamos lá!

Mude o seu conceito de trabalho

rafael freire geralPrincipalmente se você acha que ele só se dá em um emprego de carteira assinada onde você passa pelo menos 1/3 do seu dia dentro de uma empresa resolvendo os problemas de um patrão (ou do Governo, caso você seja funcionário público). Conforme eu falo no meu curso gratuito: trabalho não é um lugar para o qual você vai, mas sim, uma coisa que você faz e, quanto mais cedo você se atentar para isso, mais fácil se torna o processo. É por isso que eu sou a favor do trabalho infantil.

Seu hobby

nilton linsNão seja um obeso da informação: pegue caneta e papel para anotar todas as atividades que você adora fazer e que de alguma forma lhe dão sentimento de poder (ou até mesmo de vaidade) e faça com que as pessoas que estão ao seu redor sejam beneficiadas por essa coisa que lhe faz sentir importante. Você pode não apenas ensinar a fazer essa coisa em forma de cursos, palestras ou workshops (é uma das coisas que faço em universidades, empresas e instituições diversas) como também se oferecer para apresentar a sua performance (no meu caso, eu uso a música para tocar em eventos sociais e empresariais). Clique aqui e conheça 5 áreas lucrativas para quem trabalha com criatividade.

Suas experiências

SAM_1060Sejam elas boas ou ruins. Você pode ganhar dinheiro com o seu passado convertendo o que aprendeu em produtos digitais, de modo a ajudar pessoas que estão passando pelo mesmo problema que você já passou a não cometerem os mesmos erros que você. Defina o seu nicho e hospede o seu produto em um gateway de pagamento.

Indicações

Você pode indicar pessoas que fazem o que você não sabe, não quer, ou não pode fazer para outras pessoas. Você seria uma espécie de agenciador que ganharia um comissionamento por tal indicação, seja através de um acordo prévio ou cadastro junto ao seu parceiro (essa é a palavra chave para quem quer saber se é melhor ser patrão ou empregado). É isso que faço ao indicar serviços de colegas músicos ou de empresas especializadas em serviços relacionados a publicidade, como gráficas, produtoras, freelancers, etc., sem contar que você pode ser um afiliado de produtos digitais. Clique aqui e saiba mais.

anuncio curso gratuito aConclusão

Como eu falei no início, quanto mais tarde você se atentar para essas possibilidades, mais chato, estressante e penoso há de ser o seu processo de desenvolvimento profissional e financeiro e claro, quanto mais cedo começar, melhor (principalmente se você ainda tem as suas despesas pagas por seus pais ou por seu cônjuge). Comece o quanto antes, aliás, nunca é tarde para começar, porém, se você realmente sentir que estas dicas não se aplicam a você, compartilhe com seus filhos, amigos, parentes ou com quem precisa de uma luz em relação ao mercado de trabalho (que por sinal não é movido apenas pelo emprego tradicional, aos moldes de uma carteira assinada). Ah, eu ia esquecendo: o meu e-mail é rafaelfreire@enfimdesempregado.com.br. Faça, que acontece!

 

As dicas mais acessadas